Mega Artesanal – Inspiração

Aconteceu de 03 a 07 de julho, a Mega Artesanal – uma mega feira de artesanato que existe no Brasil. Eu não conhecia e fui conhecer no último dia de feira com minha amiga-sócia-blogueira-mãe Amanda, que já tinha ido no primeiro dia de feira e contou em seu blog Scrap Paper.

Todos os dias da feira, o pavilhão do Imigrantes estava amarrotado de gente. Pensamos que seria assim no domingo, mas pegamos um dia mais tranqüilo, ótimo para ver e comprar com mais calma todas as novidades.

São vários expositores de toda arte que você imaginar e a principal que fomos ver: Scrapbooking!

A feira também oferece vários cursos gratuitos para fazer na hora, mas nem cogitamos essa ideia. Queríamos ver tudo! Chegamos às 11:00 (início da feira) e fomos embora por volta das 17:30 – quando todos os expositores já estavam fechando seus stands.

“Gabriela, mas você como jornalista tá bem atrasada hein?! Falando de evento que já aconteceu….”

Ok, eu sei. Mas vejam, a mãe aqui ficou fora o domingo o dia inteiro, depois não tive tempo de sentar e escrever. Fiquei encantada com a feira e tudo que vi. Mais ainda com a ideia do “faça você mesma”, reaproveitar nossos móveis, como por exemplo, encapar uma cadeira ou um móvel antigo. Pequenas coisas que podem dar uma nova cara ao ambiente. Enfim, mesmo atrasada quis compartilhar aqui no blog algumas dessas coisas que vi. Pode servir de inspiração para outras pessoas também.

Veja essas ideias de decoração que estavam expostas no stand da Casa da Mega:

Cadeira customizada.

Imagem 001 
Móvel encapado com adesivo de tecido.

Imagem 002

Cozinha. Eu adoro essa ideia de parede para escrever com giz. Tem papel e também tinta para essa finalidade e efeito.

Imagem 004 
Quarto de bebê. Olha que charme. Detalhe para o quadro que cada parte vai completando a árvore. Achei lindo. Puro scrap!

Imagem 005

Passeando a feira toda é possível encontrar várias decorações de festas infantis.

Essa aqui é ideal para festas ao ar livre.

Imagem 007

Tema de circo. Achei bacana, saiu do convencional “só palhaço”. Essa proposta é usar todos os elementos do circo: trem, coelho, elefante, leão…muitas cores.

Imagem 008

Festa de Pirata.

Imagem 009
E tem para o Marinheiro também.

Imagem 014

Imagem 015

Essa festa com tema UP, eu, particularmente, adoro essa decoração com balões. Acho muito lúdico, clean, lindo demais. Ao invés do balão, poderia ser também pipas ou passarinhos.

Imagem 011

Para finalizar, uma decoração linda para chá de bebê de gemêos. Mas nada impediria desse tema “Cegonha” ser adaptado para um bebê apenas.

Imagem 010

A segunda-feira começou em clima de festa

Está chegando o aniversário de 2 aninhos do meu pequeno Benjamin. Nessa mesma época do ano passado, as coisas estavam todas encaminhadas. Esse ano está bem diferente, comecei a pensar na festa já faz algum tempo, mas aí larguei mão e semana passada comecei a produzir os convites. Eu havia pedido uma sugestão de modelos para a Prof. de Scrap, a Rosalina e ela me trouxe esses quatro modelos aqui. Na dúvida e porque tinha um pouco de papel sobrando em casa, produzi esses dois modelos que gostei mais.

foto 1_

Uma belezura, né?! Esse modelo com envelope é possível encontrar na internet  para ocasiões diversas, inclusive para casamento.

foto 2_

 

foto 3_

Mas aí fiquei meio brochada (muita coisa pra fazer pra pouco tempo), parei a produção e pedi ao marido para produzir um convite digital, nesses tempos de correria fica mais fácil enviar por e-mail para as pessoas. O resultado foi esse aqui ó:

foto 5_

O legal de enviar por e-mail é que dá para você escrever um recadinho bem pessoal para o convidado e todos respondem com elogios e confirmação de presença.

Até mudar de tema eu mudei! Inicialmente era o Pequeno Príncipe e de um dia pro outro cogitei mudar para Mickey – personagem preferido do Benjamin nas últimas semanas. Só que eu amo O Pequeno Príncipe e se eu não fizesse esse tema agora, não faria nunca mais porque a partir do próximo ano Benjamin já terá um certo poder de decisão sobre o tema das suas festas. Mas ao mesmo tempo eu queria fazer a festa com motivo que ele já conhecesse, para ficar algo bem familiar e para o Ben entender que era para ele.

O que ficou resolvido: tema O Pequeno Príncipe para a festa oficial e Mickey para a festa na escolinha. E para a festa oficial estou fazendo aquele Trabalho de Reconhecimento Pessoal com Benjamin – tudo o que estamos (porque o marido está ajudando) produzindo, eu mostro para o Ben e ele já entendeu que é para ele, tanto que às vezes pega determinada coisa e não quer devolver. Hoje vamos avançar um nível nesse processo, vou apresentar o livro do Pequeno Príncipe. Já tentei há meses, mas sem sucesso. Vamos ver se dessa vez teremos um avanço.

Achei o meu caderninho de anotações com as informações da festa do ano passado. Eu não lembrava, mas até ele é do Pequeno Príncipe. E nele vou fazer as anotações da festa desse ano.

foto 4_

Sábado passado fomos (eu e marido, jamais levaria o Benjamin!) à 25 de março e aí eu me empolguei de fato! Aquele lugar realmente é incrível! É possível encontrar de tudo. Você vai lá com uma lista pronta e sai com um número de itens muito maior do que o programado.

Conclusão: a 27 dias do aniversário do meu pequeno, inventei de fazer um monte de coisas. E quando digo fazer, é colocar a mão na massa mesmo! Não encomendei nada de ninguém!!! Exceto, o bolo (que ainda nem foi encomendado)! Agora tudo o que diz respeito a decoração e docinhos estão por conta de “moi“, com contribuição do marido (decoração) e da minha mamis (doces).

Quero curtir muito esse mês de preparação, pois sei que o dia da festa mesmo passa muito rápido. E no fundo acredito que os dias que antecedem uma festa e/ou até mesmo uma viagem, devem ser vividos com bastante intensidade.

*

Veja como foi o Primeiro aniversário do Benjamin.

E as dicas que já dei sobre festas infantis, estão AQUI.

Aprender e Empreender

“Apreender e Empreender” virou meu lema depois da maternidade. Eu que não levava jeito pra nada artesanal, agora me meto a besta a fazer uma coisa ou outra de scrap – arte que me fisgou e onde acho algum equilíbrio, paz e um pouco de paciência.

Faz tempo que não falava de scrap no blog.  Continuo fazendo e hoje vou contar uma novidade.

Eu, minha irmã Luana e uma amiga super querida e que sabe tudo de scrap, a Amanda, do blog Scrap Paper, montamos uma loja, a Scrap Bossa. Lá reunimos o que cada uma sabe e gosta de fazer.

Ô produção, apresenta os últimos trabalhos para o pessoal…

Caixinhas para lembrancinha Pequeno Príncipe. Pode ser usado para lembrancinha na maternidade e/ou festas de aniversário:

caixa1

Tem também para as Princesas:

caixa2

Convites para chá de bebê:

convites

Álbum de fotos guardar momentos especiais do pequeno ou quem sabe, presentear uma amiga querida que acabou de ter um bebê:

album

Páginas do álbum de aniversário de 1 ano do Ben que eu pretendo terminar antes da segunda festa, em junho:

album2

album1

album3

Agora passa lá pra conhecer a loja, enviamos para todo Brasil, me escreva com sugestões de produtos e se gostaram, divulguem, compartilhem e curtam a fan page da Scrap Bossa no facebook, basta clicar AQUI Ó.

Solidariedade em formato de scrap

Inspirada pela minha amiga Amanda, estou participando do desafio de solidariedade da CraftBook. Primeiro vamos às apresentações: Amanda é minha amiga-mãe-de-dois-profissional-cozinheira-prendada-tudo-que-você-imaginar que ama scrap. Recentemente ela lançou o blog Scrap Paper.

Ontem ela divulgou em seu blog esse desafio da CraftBook: produzir cartões de Natal que serão enviados para a Grendacc – uma instituição que trata gratuitamente de crianças e adolescentes com câncer. Sabe aqueles cartões de Natal que compramos para ajudar instituições?! Então, esse deve ser o destino dos cartões enviados para esse desafio.

Assim que li o blog da Amanda fiquei encantada com a ideia. Muitas vezes queremos ajudar o outro, mas não sabemos como. Nem sempre precisa ser com dinheiro, as vezes doar um pouco do nosso tempo já vale muito mais que qualquer gesto.

Eu já havia falado para minha profº de scrap, a querida Rosa, que produz o blog Rosa Scrap, que na próxima aula de sábado eu queria aprender fazer alguns cartões de Natal, já que o fim de ano está chegando e eu vou querer presentear as pessoas com os cartões personalizados por moa. Essa indicação da Amanda chegou na hora certa, ontem mesmo a noite, comecei a colocar em prática as técnicas de scrap para os cartões de Natal. Ainda não tenho a habilidade que tem Amanda e a Prof. Rosa, mas produzi os cartões com muito empenho e o mesmo amor, carinho e dedicação que elas fazem seus trabalhos.

Gostou também da ideia? Quer participar? Veja como é simples:

– Envie 2 cartões (medidas livres) com envelopes, para o endereço:

GRENDACC
A/C Gislaine A. da Silva Dias
Rua Olívio Boa, 99 – Parque da Represa
CEP 13214-550 | Jundiaí – SP
OBS Importante: Mencione no verso do envelope o nome do CraftBook para que eles identifiquem a origem.

– Tema:  Natal/Ano Novo/Boas Festas/ Feliz 2013;
– Parte interna: em branco;
– Pra participar de um sorteio que vai rolar entre os participantes, poste as fotos dos cartões, juntamente com o código de rastreamento dos Correios, no site da CraftBook. O prêmio será 1 Sizzix Sidekick Machine e um kit surpresa;
– Prazo para envio: 20 de novembro (vale a data dos Correios);

Porque toda mãe também é artista…

Desde que me tornei mãe, fui mordida pelo mosquito do “faça você mesma”. Sabe qual é? Ele te morde e você passa a inventar de querer fazer tudo. Foi assim com a festa do meu Ben e agora eu ando pra lá e pra cá fazendo convites, enfeite-maternidade, lembrancinhas, álbuns, cartões e afins…estou me perguntando aonde guardar tanto material de trabalho…

Posso dizer que minha vida é dividida em antes do meu Ben e depois dele. Sem dúvida sou uma pessoa melhor no quesito “trabalho manual”. Pelo menos estou gostando desse EU artista. O problema é arrumar tempo pra fazer tanta coisa. Porque se antes eu era só profissional, esposa, filha e amiga. Agora além de tudo isso, sou mãe, dona de casa (cozinheira – detalhe!) e metida a designer. Se antes eu achava que precisava de mais duas horas no meu dia, agora acho que preciso de pelo menos mais cinco horas.

Toda essa introdução, para dizer que de agora em diante, caros leitores, mães-e-pais-amigos, vou publicar aqui no blog minhas experiências na arte do scrapbook. Hoje começo com o convite de aniversário dos filhos da minha amiga Dani mãe-já-de-dois (porque vale encomenda de amiga, combinado?!). Os dois meninos dela fazem aniversário em data próxima um do outro e essa vai ser a primeira festa em conjunto (então, tem um gostinho mais que especial). O tema não podia ser melhor: Carros.

Quase 30 dias depois entreguei os convites. Confesso que estava receosa, pois a Dani é uma pessoa exigente (coisa de publicitária, né?) e extremamente sincera. Sim, ela fala na cara dura se não gostou. (lembro de uma vez quando cheguei na revista de cabelo bem curtinho, tipo menino e, ela quando viu soltou “Não gostei!!!”, curta e grossa, a la Daniela). Ela mandou portador buscar os convites comigo, isso me deixou mais tensa, pois eu não viria sua reação. Horas depois, nenhum sinal dela até que mandei uma mensagem “e aí gostou?”. A resposta não podia ter sido melhor (e demorou porque ela só recebeu a encomenda após o almoço).

O resultado foi essa belezura de convite (modéstia à parte).

Image

Nas flechas vão os dados (data, horário e local) da festa