Vamos brincar! – Semana Mundial do Brincar (blogagem coletiva)

Eu tinha pensado em levar o Benjamin em um lugar diferente, que ele não tivesse ido ainda, como era a proposta da Aliança pela Infância para a Semana Mundial do Brincar. Mas não consegui cumprir. O máximo que consegui fazer foi levar Benjamin ao Shopping Garden – uma loja de paisagismo e jardinagem onde tem flores, plantas e acessórios. Parece estranho, eu nunca imaginei, mas é engraçado como um lugar como esse pode ser atraente para as crianças na idade dele. Benjamin adorou! Correu, viu diversas plantas, brincou dentro de um vaso gigante!


Aqui em casa valorizamos momentos de prazer com o Benjamin. Não gostamos muito de ficar trancados em casa, então sempre que podemos levamos Benzoca para passear, brincar fora, ter contato com o mundo.

O que percebo é que cada vez mais as crianças (e nós adultos) são bombardeadas com tecnologia. Isso desde muito novinhos. Percebam os brinquedos, cada vez mais barulhentos e cheios de botões.

Aliás, para falar desse tema: Brincar! É preciso ter claro que existe uma diferença entre brincadeiras e brinquedos. Retirei essa informação do livro “Criando filhos em tempos difíceis – Atitudes e brincadeiras para uma infância feliz”:

Brinquedo é o objeto com o qual a criança brinca: o carrinho, a panela, a boneca, a caneta, etc., enfim, tudo que possa ser uma representação simbólica do universo infantil. Algo que substitua e represente o objeto real.

Brincadeira é o ato de brincar, a ação lúdica. A ação da criança com os objetos (brinquedos) que a possibilita construir conhecimento, desenvolver habilidades sensoriais e perceptomotoras, elaborar e descarregar conflitos e assim aprender a lidar com as emoções. A brincadeira é considerada também metacomunicação. Ou seja: nela a criança desenvolve a capacidade de se colocar no lugar do outro e de compreender como esse outro pensa.

Embora eu valorize o ato de brincar, pois acho que isso é uma herança que fica da infância, admito que já tive certa dificuldade em brincar com o Benjamin. Na verdade eu me sentia meio boba, não sabia como agir. Com o tempo descobri que bobo era esse meu pensamento. A gente não aprende brincar, não existe um manual “como se brinca”. É algo meio que natural, onde cada um vai encontrando o seu jeito, a sua fórmula. Na verdade, acredito que a fórmula é ser espontâneo!

Brincar é a nossa capacidade de interagir com o mundo lúdico, no caso dos adultos, é a nossa capacidade de deixar a criança que existe dentro de nós falar mais alto.

Barreira vencida, posso dizer que lá em casa só moram fanfarrões. Todos nós brincamos, inclusive a Capitu (nossa cachorra)! Nós dançamos, inventamos estórias, damos nomes aos objetos, brincamos de esconde-esconde, pega-pega, estátua, pulamos no sofá, na cama, o banho na maioria das vezes é uma bagunça, a hora de dormir também e aprendi brincar com o Ben e com os brinquedos também – a minha maior dificuldade no que se refere a brincar.

Depois que Benjamin nasceu minha criança interna acordou! E lá em casa vivemos uma eterna brincadeira. Tudo se tornou motivo para brincar. Até quando falamos sério, brincamos.

A importância do brincar vai além do que imaginamos. Deve começar desde o início, é essencial para o desenvolvimento do bebê. E é brincando que as crianças aprender diferenciar suas emoções, a se expressar, compartilhar. Desenvolvem diversas habilidades psicomotoras e psicolínguistica. Estimula a cristividade.

Já diz a música “brincadeiras de criança, como é bom, como é bom…“!

*

A Semana Mundial do Brincar vai até o dia 26/05 e vários lugares estão com programação especial para você curtir com seus pequenos. Amanhã, para comemorar, a Casa do Brincar oferece um piquenique onde terá brincadeiras, contação de histórias com a Festa do Rei, além de uma feira de brinquedos.

Piquenique da Casa do Brincar
25/05, das 10h às 12h
Evento Gratuito. Recomendação etária: 0 a 5 anos.

Nós fomos conhecer a Casa do Brincar recentemente e eu super indico! É diversão garantida!

*

Para inspirar aí vai uma dica de livro: 101 ideias para curtir com o seu filho.

*

Este post faz parte da Blogagem coletiva em comemoração a Semana Mundial do Brincar promovido pela Aliança pela Infância.

Conhecendo personagens infantis

Eu sou tipo mãe alienada, não sei nada sobre personagens infantis. Pra você ter uma ideia, toda vez que Benjamin chegava próximo a geladeira da nossa casa, falava e apontava para o “hulio, hulio, hulio”. Ele me olhava com uma cara de “essa minha mãe não sabe de nada”. E não sei mesmo. A nossa geladeira é cheia de fotos de pessoas queridas e nenhuma delas chama-se Júlio. Eu ia lá saber o que significava o tal “hulio”. Pois bem caros leitores, o “hulio” que meu filho se referia é esse aqui:

Imagem do Google

Imagem do Google

Dois personagens que não simpatizo e, esses conheço, é a dupla Patati e Patatá. Não me condenem, mas não gosto de palhaços, gente. O único palhaço por quem tive uma simpatia na vida foi pelo palhaço do circo Tihany. Em casa não tem nada do Patati e Patatá, exceto um kit de artes que Benjamin ganhou em seu aniversário de um ano e abri recentemente porque agora ele tem interesse por pintar. Assim que abri, o pequeno Benjamin começa: “tati tataaa”. Filhos aprendem mesmo um monte de porcaria fora de casa.

Imagem do Google

Imagem do Google

Dia desses fomos convidados pela Mattel para o lançamento do evento Barbie Studios e Max Steel – O herói está em você. Foi quando de fato me dei conta que eu era uma zero esquerda sobre o que acontecia no mundo infantil. A Barbie, é claro, não só eu, mas o mundo sabe quem é. Eu tive milhares delas! Só que eu não sou mãe de menina e nunca parei pra pensar que não sei nada sobre meninos! Em que mundo eu vivo? É com vergonha que eu assumo, não sabia quem era Max Steel. Corri lá no pai dos desinformados, Sr. Google e….”oi prazer, então você é o Max Steel?! Meu filho tem um de você lá em casa“.

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Eu nem podia recusar um convite para ir ao evento. Era minha obrigação como mãe de menino e ex-viciada em Barbie.

Recentemente, a Mattel me convidou para mais um evento, o lançamento da coleção Kids Outono/Inverno C&A, das marcas Barbie, Hot Wheels e Monster High. Mais uma oportunidade de conhecer outro personagem infantil, agora as Monster High.

Imagem do Google

Imagem do Google

Não só os personagens, foi também uma oportunidade de conhecer um pouco mais da moda infantil, reencontrar as amigas-mães blogueiras, ver famosos de pertinho e ainda conhecer o Henri Castelli.

Tudo muito cheio de charme, muito brilho para as meninas, muito estilo para os meninos, tudo fashion para os dois.

Imagem divulgação/Agência

Imagem divulgação/Agência

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Comecei a sentir uma obrigação de ficar mais informada com relação aos personagens infantis e brinquedos. Dei um pulo lá no site da Mattel Brasil para saber mais. Descobri que eu conheço bastante sobre a Fisher Price, ponto pra mim, uma vez que meu filho está vindo justamente dessa fase, onde só ganhava coisas da Fisher. Por onde ando na sala de casa, esbarro num brinquedo da marca.

Também conheço Hot Weels. Mas também é algo recente. Quem me apresentou foi uma amiga-mãe lá do trabalho. E depois disso Benjamin começou a ganhar vários Hot Weels.

Polly! Essa também conheço, ela foi para a minha irmã caçula tipo o que a Barbie foi pra mim.

UNO clássico, né?! Pelo menos não me sinto tão por fora assim.

Agora não me perguntem nada sobre Imaginext e Little Mommy. 😦  Preciso me aprofundar mais no assunto.

Chegou Páscoa e os supermercados cheios de Ovos, de todos os temas i(ni)magináveis. Além de ver alguns dos personagens citados acima, encontrei: Angry Birds (oi?), Nemo, Toy Story, Tortuguitas, Miau, Homem Aranha, Batman, Ben 10, Bob Esponja, Hello Kit, Pucca, Rio, Moranguinho, Scooby-Doo, Kong-fu Panda, Disney, etc…um monte de personagens que eu nem sabia que existia, um monte de personagens mais velhos que eu.

Eu sei que coloquei como meta me atualizar mais sobre o mundo infantil e, principalmente, em como brincar com o meu filho – mais sobre esse assunto em breve, em outro post.

*

Sobre a coleção infantil C&A tem roupa para crianças de 4 a 12 anos e já está disponível em todas as lojas do Brasil.

E o ganhador (a) é…..

A vencedora foi a…

…Lizandra!!!

Parabéns, Lizandra! E um feliz dia das crianças!!!

Vem cá, me conta um negócio, por acaso seu sobrenome é SORTUDA?! 🙂

Pra quem não sabe é a segunda vez que a Lizandra ganha um sorteio no Bossa Mãe. Faça como ela, participe sempre!

Um feliz dia das crianças pra todos!

 

 

Lista de participantes – Sorteio Xalingo Brinquedos

Esses sãos os participantes do sorteio da semana. O ganhador vai levar um kit de brinquedos Xalingo. Boa sorte!!!

1. Priscila Abreu

2. Thais Guedes

3. Karina Norberto

4. Fernanda Oliveira

5. Fabio Murilo

6. Liamara Lúcia de Almeida

7. Luiza Leal

8. Letícia

9. Adriana Almeida Carvalho

10. Eduardo Gonçalves

11. Juliana Favaron

12. Lizandra

13. Tamires Taufer

14. Rafaela Arabe Milanese

15. Andrea Malafatti

16. Daniela Maio

17. Maressa

Sorteio – Xalingo Brinquedos

Nessa semana, em comemoração ao dia das crianças, o Bossa Mãe vai sortear um kit da Xalingo Brinquedos.

Musiquinha dos Amigos

Da coleção Crescer Sorrindo com Fofura, a Musiquinha dos Amigos é um brinquedo Musical 100% seguro para o bebê. Com textura macia e diferente, tem cor vibrante. Basta puxar as argolinhas para ouvir uma música suave. Ótimo para acalmar o bebê na hora de dormir.

Amiguinhos da Fazenda

Adorei esse brinquedo por um motivo muito simples: ele não vem acompanhado de gravações musicais com os sons dos bichinhos ou musiquinhas chatas daquelas que não param nunca se a criança apertar, sabe (aqueles que enlouquecem os pais)?!

Basta movimentar o botão para aparecer um bichinho. Esse brinquedo estimula e contribui para o desenvolvimento da coordenação motora,  percepção de relação causa/efeito e a habilidade cognitiva.

É indicado para crianças a partir de 18 meses, mas Benjamin ganhou um e adorou. É muito fácil para criança manusear as ações (cada botão tem uma movimentação diferente).

Jogo da Memória Animais

Um dos meus jogos preferidos na infância. Eu podia passar horas sozinha concentrada nesse jogo. Sim, porque ele pode ser jogado sozinho ou com 2, 3, 4 participantes.

Indicado para as crianças a partir dos 3 anos de idade, esse jogo tem 24 peças em madeira, ilustrado com vários animais: cachorro, papagaio, bode, coelho, macaco, entre outros. Estimula a concentração, a percepção visual, a identificar as semelhanças e diferenças. Esse, em especial, chama atenção para os diferentes animais da nossa natureza.

Carimbos Educativos Animais Marinhos

Com 6 carimbos com cabo de madeira, esse brinquedo apresenta às crianças seis diferentes animais da fauna marinha: polvo, golfinho, estrala do mar, peixe, tubarão e baleia.

Acompanham os carimbos: giz de cera, almofada, tinta atóxica e bloco de papel. Estimula a criatividade e imaginação das crianças. É possível ensinar contas, brincar com formas e crias histórias.

Indicado para crianças a partir dos 4 anos.

Brincando de Engenheiro

Quem é dos anos 80 lembra! Eu amava esse brinquedo. Fui uma grande (há!) pequena engenheira. Construí vários empreendimentos, pontes…

Esse é indicado para as crianças a partir dos 3 anos, mas confesso que não vou aguentar até lá para brincar com meu Ben. Supervisionado Brincando com  um adulto que mal tem?!

Brinquedo ótimo para estimular e desenvolver o pensamento, a imaginação, criatividade e coordenação motora.

Que tal nesse dia das crianças passar momentos agradáveis com seu filho estimulando o desenvolvimento motor e cognitivo dele?!

Para ganhar um kit com todos esses brinquedos da Xalingo é muito fácil. Participe do sorteio seguindo as instruções abaixo:

1. Deixe um comentário neste post, com seu nome (não vale postar duas vezes);

2. Curta o Bossa Mãe no facebook. Clique aqui.  (Se você já apareceu aqui essa semana, é só pular uma casa);

3. Curta a página da Xalingo Brinquedos no facebook. Clique aqui.

4. Cruze os dedos e fique na torcida.

As inscrições vão até o dia 12/10,  não fique de fora! O sorteio será no dia 13/10. Participe!

BOA SORTE!

Presentes de aniversário

Benjamin ganhou centenas de presentes em seu aniversário. Eu devo confessar que depois do rompante em querer fazer parte do grupo de mães que pedem doação ao invés de presentes para os filhos, estava ansiosa, feito criança para saber o que Benjamin ganharia. Torcia por muitos brinquedos.

Breve explicação sobre o rompante: recebemos um convite de aniversário e vinha escrito para não levar presentes e sim doações. Achei a ideia genial e louvável. Falei pro marido de fazermos assim o aniversário do Benzoca e ele foi categórico “faça isso no seu aniversário e não no do Ben, ainda mais em seu primeiro ano”. Refleti e concluí que quando o Ben estiver maior e entender as dores do mundo, vamos conversar com ele a respeito. Não que eu vá aderir essa ação anualmente, mas pelo menos uma vez na vida do pequeno (e vou incluí na minha vida também).

Voltando. O pequeno ganhou muitas roupas e muitos (muitos mesmo) brinquedos em sua festa oficial (aquela que produzimos para os familiares e amigos íntimos). E depois ele teve a festinha na escolinha com as tias e seus colegas, de quem também ganhou diversos presentes. E acreditem, continua ganhando. Desde a festa, realizada dia 18/06, todo dia vem na bolsa dele um presente “de alguém para Benjamin”.

Confesso que tinha certa curiosidade em saber o que os pais mandavam de presente para os coleguinhas dos filhos. Não me permito dar um presente que eu não gostaria que meu filho ganhasse. E por várias vezes enviamos CD, por dois motivos: 1) acredito no efeito da música no desenvolvimento infantil; 3) custo e benefício – sim, porque toda semana tem aniversário na escolinha, haja dinheiro e criatividade (e você pode encontrar CD’s beeem em conta).

Eis que fui surpreendida, Benjamin ganhou de seus coleguinhas livrinhos e brinquedos educativos. É claro que ganhou alguns brinquedos dos quais eu não daria, mas ganhou muito mais coisas atraentes do que eu podia imaginar. E vendo-o brincar todo interessado com seus copinhos de empilhar da Fisher Price, tive a certeza de que meu filho está numa boa escolinha, rodeado por colegas com pais, que assim como eu, são preocupados não só com desenvolvimento físico, mas intelecto de suas crias. E daí surgiu várias outras ideias econômicas e interessantes para a mamãe aqui sair do CD habitual.

Curiosidade: ao contrário do que não podemos fazer com as roupas, guardei muitos brinquedos do Benzoca para ir dando aos poucos. Até porque alguns ele ainda não entende.

O aviador

Recebi na sexta-feira passada, das Mamatracas e da Faber-Castell, o Kit Criativo Aviador.  Esse kit é voltado para crianças a partir de 8 anos. Meu Ben está com 9 meses, pensa numa pessoa ansiosa…eu não aguentaria esperar até lá. Então abri a caixa no sábado mesmo.

Confesso envergonhada, nem sabia ou não lembrava que a Faber-Castell tinha brinquedos em sua linha de produtos. Esse faz parte da linha de Kits Criativos Faber-Castell – brinquedos educativos que buscam desenvolver os 4 pilares básicos da educação promovidos pela UNESCO: aprender a conhecer = descobrir, compreender; fazer = colocar em prática seus conhecimentos; conviver = valorizar aquilo que é comum a todos; e ser = desenvolver o conhecimento de si mesmo e do outro.

A criança monta o avião..

…pinta e ainda pode colar adesivos.

No final vira um móbile!

Eu sei que me diverti muito com meu Ben enquanto a criança grande aqui montava o avião. Primeiro que proporcionei a ele seu primeiro contato com tinta, sujamos as mãos, o rosto, o chão, foi uma lambuzeira geral e detalhe: essa bagunça toda na sala.  Segundo que esse é seu primeiro avião, de cara todo personalizado. Terceiro que momentos como esse são ímpares em nossas vidas, não precisamos esperar chegar o momento certo, até porque o momento certo é hoje – o grande presente da vida. Então temos que aproveitar cada momento com nossos pequenos, principalmente porque eles crescem muito rápidos, o negócio é curti-los de todas as formas, proporcionar momentos prazerosos, saudáveis, inesquecíveis.

Adorei o presente! Muito obrigada as Mamatracas e a Faber-Castell. Essa linha é sem dúvida uma sugestão que acaba de entrar na minha lista para presentear os amiguinhos do meu Ben.