O Desfralde

Sabe notícia inesperada? Então, recebi sexta-feira passada. Chegou a fase mais temida pela mãe aqui, o desfralde!

O mais engraçado é que nesse mesmo dia, uma colega da faculdade, também mãe, me perguntou sobre o desfralde do Benjamin. Respondi toda relax que ainda demoraria.

Nesse ano já havia conversado com a escola sobre o assunto e fui informada que ainda demorava, que Benjamin precisava dar mais sinais, além de saber falar, que provavelmente o desfralde aconteceria só no segundo semestre.

Interpretei a mensagem da seguinte forma: só quando Benjamin construir frases literárias, lá com 2 anos e 6 meses. Ou seja, final do segundo semestre.

Mas o segundo semestre começa em julho, Benjamin já completou 2 anos, já fala, já compreende o que falamos, algumas vezes arranca a fralda, faz xixi no vaso quando vai pro banho, reconhece o penico, e por mais que seja díficil para mãe assumir, o bebê já se tranformou numa criança, um moleque arteiro.

Receber notícia que você não espera, na maioria das vezes te pega de supetão. Eu que quase nunca abro a agenda do Benjamin, encasquetei de abrir na sexta-feira passada e me deparei com um comunicado extra oficial e gigante:

“Processo Desfralde – Benjamin”

Quase tive um surto!

Achei super bacana o comunicado da escola. Cheio de explicações, dicas e orientações sobre o processo. Transmitiu-me muita confiança.

Existem várias cobranças na vida materna (ou muita gente precisando achar o que fazer, além de cuidar da vida do outro): “já anda?“; “ainda não fala?”; “ainda toma na mamadeira?”; “quando vai largar a chupeta?”; “quando vem o irmãozinho (a)?”, etc. O controle dos esfíncteres é só mais uma entre tantas cobranças da sociedade.

Eu brinco falando que tenho preguiça dessa fase de desfralde. Tem um fundo de verdade nessa brincadeira, admito. Mas tenho muito mais tranquilidade. Primeiro, porque procuro me informar. Segundo, porque nunca vi criança de 8 anos ou adulto usando fralda. Não tenho é pressa.

Portanto, vamos iniciar essa fase com muita paciência e tranquilidade. A escola começa o processo hoje e estabeleceu conosco algumas combinações, porque o ideal é essa fase acontecer de forma conjugada – escola e pais atuarão juntos!

Aos finais de semana, estamos incumbidos de fazer um relatório dos horários que Benjamin fizer xixi e cocô.

Algumas pessoas andaram me perguntando se eu acho que Benjamin está preparado. Sinceramente, comecei a achar isso desde janeiro desse ano. Até compramos cuecas, penico, mas depois de uma conversa com a escola, não fizemos tentativas, ficamos só conversando com Benjamin.

Pouco antes de completar 2 anos, Benjamin começou a pedir pra fazer xixi no vaso toda vez que ia tomar banho, passou avisar que tinha feito cocô, demonstrar incômodo e até tirar a fralda.

Recentemente, parou com isso.  Mas parece que na escola ele tem demonstrado interesse. Somado ao fato que ele é o mais novo na sala – a maioria das crianças de sua sala, completam 3 anos agora no segundo semestre. Deve ver as crianças já nessa fase e acaba aprendendo por repetição – como todos os aprendizados das crianças.

Mas em geral, ele demonstra ter conhecimento desses desejos e compreende tudo o que falamos.

Vamos iniciar o processo sem neura e se não der certo – o que pode ocorrer, voltamos para trás. Que mal há nisso? Acredito que nenhum. O importante é todos, principalmente nós, pais, estarmos seguros e conscientes, para transmitir a segurança necessária para os pequenos.

Sei que desfralde é assunto comum entre os blogs maternos, mas agora começa a transição do Bossa Mãe nessa fase. A partir de hoje vou compartilhar aqui como está sendo nossa experiência. Vem com a gente!

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

3 Comentários

  1. Opa! Estamos juntas! Pelo que acompanho o Ben tem pouco mais de dois anos, certo? O Pedro fez dois anos dia 1º de julho e já entende tudo isso, só que ele não consegue ficar parado e “concentrar” no xixi. Já comecei e voltei atrás várias vezes. Hoje estava decidida, mas ele ficou mais de uma hora sem fazer xixi só de cueca, eu sempre perguntando se queria, até que ele disse que sim. Sentei no chão do banheiro com ele no vaso, conversamos, expliquei e ficamos lá por uns 15 minutos, ele sempre tentando sair correndo, até que saiu… Como era já passava da hora de fazer o almoço, acabei colocando a fralda maaais uma vez porque eu não estava em condições de ver xixi no tapete, na cama, no sofá mais uma vez. Confesso que queria que acontecesse logo, porqueele detesta a fralda e aqui é super quente, mas não sei.. parece que ainda vai demorar.

    Responder
  2. Prepare-se pois nessa fase o maior quesito necessário para os pais é PACIÊNCIA.
    Pode parecer que esta td bem e, de repente, volta pra tras… mas se ele ja deu esses sinais acredito que será rapido.
    beijao
    Lele

    Responder
  3. Talitha Correa Silveira

     /  12 de fevereiro de 2014

    Oi Gabi
    Vou acompanhar!
    Comecei a tirar a fralda diurna do meu bebe a 2 semanas, assim como vc começa agora: em parceria com a escola e vendo que ele já esta dando sinais.
    Mas a teoria é bem mais facil que a pratica e confesso que as vezes fico por um triz para não perder a paciência. Mas me confortei com oque vc disse: sem pressa! Não é?
    Desejo boa sorte e que aconteça tudo no tempo deles.
    Qualquer coisa me escreva: talitha_correasilveira@hotmail.com (já trocamos emails umas poucas vezes)
    Bjs

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: