Enxoval – Parte 1

Essa semana darei dicas para as grávidas de primeira viagem. Eu sei que tem várias leitoras aqui com esse perfil e fico muito feliz quando recebo e-mails pedindo sugestões, como eu fiz na minha gestação ou o que faria diferente agora depois de ter passado por tudo.

Para começar vou falar de enxoval! Marinheira de primeira viagem quer comprar tudo que vê pela frente! Depois que descobre o sexo do bebê então, Jesus! Somado ao fato de sermos mulheres = adoram comprinhas. Minha dica é: contenha-se!!! Eu sei, eu sei, é difícil! Algumas vão dizer: até parece que você se conteve!

Contive-me na medida do possível. Primeiro que eu tive uma educação financeira meio tardia, mas que hoje me dá controle. Segundo que Benjamin foi o primeiro neto, primeiro sobrinho, a primeira criança da família e ganhou um mooooonte de coisas (algumas até desnecessárias). Mesmo que não seja a primeira criança da família, eles sempre ganham o necessário (e o supérfluo).

Essa minha sugestão de lista para enxoval fiz de acordo com as coisas que comprei ou ganhamos.

QUARTO

Ficamos encantadas com os quartos lindos dos bebês, mas questione-se: os móveis terão uso a curto, médio ou longo prazo?

O que compramos:

1 berço que vira mini cama;

1 poltrona de amamentação – foi uma dúvida cruel! Não usei como deveria e já me arrependi de tê-la adquirido, mas não pretendo me desfazer dela, pois quero usufruir com meu segundo filho(a). Pretendo ser mais disciplinada e ter um cantinho único para amamentação;

1 guarda-roupa de duas portas de correr, ótimo para pequenos espaços;

1 cômoda que no início servia também como trocador;

1 abajur que no fim usei menos que a poltrona;

1 mosquiteiro;

1 móbile – marido pegou naquelas trocas de pontos do cartão do banco;

1 lixeira;

1 saco porta trecos – onde armazeno até hoje fraldas, creme, talco, etc;

1 kit higiene – sabe aquela bandeja em MDF acompanhadas de uma garrafa térmica e caixinhas para colocar algodão, cotonetes?! Quando estava pesquisando para comprar, já no final da gestação, fiquei impressionada com os preços. É muuuuuito caro! Um kit desses vai de R$150 a R$250!!! Sem brincadeira. Não há necessidade nenhuma de gastar uma grana dessas, pense nos pacotes de fraldas que dá para comprar com essa grana. Eu me recusei a pagar esse preço e comprei separadamente a bandeja e as caixinhas, paguei algo em torno de R$35. Simples, branco, com desenho de pipa, balão, mas atendeu as necessidades do momento e agora tá lá, virou mais uma tranqueira…

*Toda a mobília do quarto foi presente do vovô Alvaro, meu papis. Mas estou considerando na lista acima, pois ele me deu o dinheiro para comprar.

O que ganhamos

1 kit berço de piquet que foi presente da “vovó Sassa”, minha mãe! Lindo e do jeito que eu queria: simples, na cor branca e bege;

1 almofada para amamentação, presente também da vovó Sassa, uns três meses após o nascimento do Ben, ou seja, usei pouco;

1 protetor de colchão, também presente da vovó Sassa;

5 jogos de lençóis;

2 cobertores;

3 mantas;

16.000 fraldas de pano.

BANHO

O que compramos:

1 banheira com suporte – é um pouco mais cara, mas pense como um investimento, menos dores nas costas, mais praticidade.

1 kit manicure;

O que ganhamos

5 toalhas de banho

2 toalhas-fraldas

1 termômetro para banho – é muuuuito importante medir a temperatura da água antes de mergulhar o bebê. Uma dica da pediatra do Ben é o adulto mergulhar o cotovelo, se você não achar quente, é sinal que está razoável para o bebê. Mas se você é neurótica como eu, use o termômetro. Eu utilizava os dois métodos;

1 Escova de cabelo;

PASSEIO E VIAGEM

O que compramos

1 kit de bolsas com: frasqueira, bolsa de passeio, trocador e uma malinha de viagem. Usamos super!!!

O que ganhamos

1 bebê conforto;

1 cadeirinha de carro – Benjamin ganhou esse quando completou um ano. Não há necessidade de comprar antes disso, pois só vai ser mais uma tralha na sua casa;

1 carrinho gigante – conjunto do bebê conforto ;

1 carrinho de passeio da girafa e que eu amo. Aliás, se for para indicar, sugiro apenas essa aquisição. O problema é que esse carrinho é para ser usado após os 6 meses de idade. Mas desde que começamos a utilizá-lo, o outro ficou aposentado;

1 frasqueira térmica – usamos muuuuuito, paramos recentemente de usar, porque acostumamos o Benjamin a tomar o leite em temperatura ambiente, menos nesse friozinho que eu prefiro dar uma esquentada;

1 berço dobrável – usamos uma vez para viajar, depois descobrimos que era um trabalho, mas ele foi muito útil pois montamos na sala de casa e depois Benjamin começou a fazer as sonecas da tarde nele. Ótimo para quem mora em sobrado;

*

Amanhã vou falar dos itens para enxoval de alimentação, saúde, roupas.

Anúncios
Deixe um comentário

1 comentário

  1. Carina

     /  3 de junho de 2013

    Ei Gabi, adorei o post. Estou também tentando de me controlar e comprar mais coisas úteis. Mas o que eu percebi é que maternidade é quase igual casamento, há um apelo sentimental muito grande, e coisas simples, custam uma fortuna. É o caso do tal do kit higiene, caríssimo e com objetos tão simples!
    Bjos!
    Carina.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: