A biblioteca do Benzoca

Eu amo livros. E de uns tempos pra cá comecei a comprar mais – não que a condição financeira favoreça isso, mas chega uma hora que livros passam a ser um item de primeira necessidade para os amantes da leitura. Gosto do livro físico, nada desse negócio de ler no iPad. Amo cheiro de livros. É quase um vício. Seja velho ou novo.

Um dos meus desejos de mãe é Benjamin gostar de livros tanto quanto eu gosto. E aí me bate uma saudade infinita do meu avô paterno, que amava livros como ninguém. E que curtiria muito esse seu bisneto.

Desde bebê comecei a montar a biblioteca do Benzoca. Deixo alguns livros acessíveis para ele na sala e outros guardados em seu guarda-roupa (até mudarmos para o apartamento e compramos um móvel para colocar todos os seus livros).

blog-fotos6

blog-fotos5

Sempre tentei contar história para ele antes de dormir, mas o menino fica ainda mais aceso. A concentração dele também dura 3,2,1 segundo. Ele demonstra interesse, mas logo sai para fazer outra coisa. Muitas vezes ele também pega um de seus livros, deita de bruços, folheia e aponta para as imagens. Em outros momentos ele traz o livro para nos mostrar algo ou para que contemos a história para ele – que ouve por 3,2,1 segundo.

Mas acho que já posso considerar que meu Ben gosta de livros. Ler é um prazer e acho que devemos incentivar esse hábito nas crianças. Ler só traz benefícios e alguns deles são:

– desenvolvimento do nosso repertório e nossa capacidade de comunicação (falada ou escrita);

– apresenta outros mundos;

– estimula a criatividade;

Preparei algumas dicas para quem quiser incentivar a leitura desde cedo:

Seja um exemplo. Leia na frente de seu filho. Não adianta exigir algo que você não faz.
Quanto antes começar a ler para o seu filho melhor. Não existe uma idade para iniciar a criança ao mundo da leitura.
Não se intimide. Ao contar uma história para seu filho, use entonação, caras e bocas.
Visite livrarias. Eu sempre levo Benjamin à livraria e o deixo livre na parte infantil.
Presente. Livro também é presente. Dê para o seu filho e compre também para ele presentear os amiguinhos.
Incentive. Se ele ainda é pequeno apresente as imagens, mostrando o sapo e falando “sapoooo”. Com o tempo, faça você a pergunta “O que é isso?” apontando para o sapo.
Leia para seu filho. É um momento para estreitar seu relacionamento com ele.

E dicas para quem quiser montar a biblioteca dos pequenos desde cedo:

Livro adequado para a idade. Busque apresentar livros da faixa etária do seu filho. Se ele ainda é bebê, existem várias opções de livros para banho ou de tecido.
A escolha do livro. Além de ter que ser da faixa etária da criança, busque indicações de livros infantis. É importante o livro ter uma linguagem simples e lúdica. Imagens ajudam a compor a narrativa. Gosto muito de livros musicais e com pop-up.
Diversificação. Tenha livros de diferentes estilos e temáticas.
Organização. Você pode organizar por tamanhos ou cores. A segunda opção acho mais interessante para a criança, pois ela já vai assimilando as cores.
Aparadores. Andei vendo uns aparadores lindos para os livros das crianças. Tem um do Pequeno Príncipe, que é o meu xodó no momento. É da Tok&Stok, aqui ó!
Móvel/Acessibilidade. Deixe os livros em lugares de fácil acesso para os pequenos. No Pinterest achei esses móveis que achei bacana:

Imagens Pinteres

Imagens Pinterest

Eu já disse mais sobre livros AQUI.

Anúncios
Deixe um comentário

6 Comentários

  1. A gente tb dá muitos livros, e a Maria Eduarda adora! Entra em lojas cheias de brinquedos e gruda em livros! No colégio aaaaama a aula de biblioteca, é sempre a mais esperada! Até vcs já deram livro p ela, né? 😉
    Espero conseguir o mesmo c o Matheus!

    Responder
  2. Lizandra

     /  9 de abril de 2013

    Oi Gabi! Sabe que quando mais nova não gostava muito de ler, hoje gosto e leio muito mais que antes e muito menos que gostaria. Sei da importância e do prazer que a leitura pode trazer, por isso, quero que a Carol adquira esse habito desde pequena (não como a mãe). E não é que ela já demonstra interesse pelos livros. Ela tem alguns, uns que ganhou e outros que herdou da prima, fica com eles pedindo pra gente contar uma história, contando pra gente também (vê as imagens e inventa), leva dois deles que são de plástico pro banho e, o que acho o máximo, “lê” para as bonecas, coloca todas sentadas no chão em roda, senta e começa cantando uma música que, acredito, a professora dela deve cantar antes de começar a contar as histórias pros alunos, é tão bonitinho!
    Ah, e me inspiro muito em você pra ler mais e incentivar a Carol nessa aventura!!
    Beijos

    Responder
  3. Priscila Abreu

     /  9 de abril de 2013

    Aqui também amamos livros e o meu filho ja tem uma pequena coleção!
    Adorei o post e as dicas!
    beijos!

    Responder
  4. Adoro livros, adoro ler, mas não guardo nada, acabo passando para frente, para que o livro cumpra a sua função social! A família do meu marido é bem mais “da leitura” tanto que o Joaquim já tem uma coleção com todos os livros do Monteiro Lobato e mais alguns que a minha cunhada, dona de uma livraria Infanto-juvenil, já deu para ele. Acho essencial passar esse habito para frente, afinal estimula a linguagem, a imaginação entre outras coisa!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: