Como você controla as mamadas do seu filho?

Eu podia estar falando de carnaval, podia estar dando dicas de blocos e como se divertir com as crianças, mas essa semana não faltou esse assunto na internet  e hoje também não vai faltar. Então, decidi falar sobre amamentação – assunto que não sai de moda, que eu gosto e porque nos últimos dias, ouvi sobre pessoas que estão nessa fase e bateu saudade de quando amamentei….

Ainda grávida, lembro que separei um caderninho para fazer anotações do tipo:

– Horário das mamadas

– Tempo de cada mamada

– Último seio oferecido ao bebê

– Horário que o bebê fez coco

– Quantidade de trocas

– e mais um monte de coisas.

Tinha visto a ideia num livro. Era como se fosse um diário. Ter todas as informações anotadas para apresentar à pediatra.

Agora alguém me pergunta se isso deu certo.

Obviamente, não! Há quem não acredite, mas mãe de recém-nascido não tem tempo pra fazer nada. Eu não acreditava, achava um exagero ouvir as pessoas falando isso.

Mas é só fazer as contas: 1 hora pra mamar, 1 hora pra fazer arrotar, trocar, dormir + 1 hora que deveria ser usado para mãe descansar, mas ela vai ao banheiro. Ou comer. Ou tomar banho. Ou organizar alguma coisa do bebê. Ou lavar alguma peça de roupa dele. Pronto: hora de mamar novamente.

Imagina se você vai lembrar de parar e anotar as informações num caderno. Em planilha no computador, então….esquece!

A minha maior dificuldade era lembrar qual havia sido o seio da última mamada. De início eu me esforçava para lembrar, mas acabava dando o seio que eu ACHAVA que tinha sido o último. Nunca com total certeza.

Levei o assunto para a pediatra. Foi quando ela me explicou a importância de dar o seio correto a cada mamada. O leite materno tem duas fases: o Leite Anterior e Leite Posterior. O primeiro é o que sai logo no início da mamada e é rico em fatores de proteção. O segundo é o mais concentrado e rico em calorias, ou seja, gorduroso e também muito importante para o bebê.

Nem sempre o bebê chega no Leite Posterior em uma mamada, afinal ele já mamou um seio, pode ficar satisfeito logo. Por isso, a importância de iniciar a mamada pelo último seio que o bebê mamou.

Então se o bebê mamou por último no seio direito, na próxima mamada você deve dar o seio direito primeiro. Assim, ele esgota nessa mamada o leite posterior desse seio.

Depois disso, tentei controlar melhor as mamadas.

Dia desses recebi a revista Pais & Filhos, edição de fevereiro e corri para ver duas matérias: a minha (mas essa é outra história) e uma sobre amamentação. Descobri que a revista criou o aplicativo “Amamentação”. Um aplicativo que auxilia as mamães controlarem todas as mamadas do seu filhote. Possibilita registrar informações como data, hora e o seio utilizado.

A enxerida aqui – que já passou dessa fase e morre de saudades de amamentar, foi lá e baixou no APP Store. Sim, eu testei! E sim, é grátis!

Primeiro você cadastra informações básicas do seu filho: nome, sexo, data de nascimento, altura, peso (essas últimas informações usei a do nascimento do Benjamin).

Quando você for amamentar, basta ir no aplicativo, em “tempo de amamentação”, escolher o seio (direito ou esquerdo), ligar o cronômetro e pronto. Você registra o tempo que amamentou e o seio utilizado. Enquanto isso você pode usar outros aplicativos no aparelho celular e acessar internet normalmente.

foto 1

O aplicativo permite que todas as informações fiquem registradas em “histórico de amamentação”, onde fica gravado data, horário e duração de mamada em cada seio. Além disso, contabiliza o total de mamadas no mês.

foto 4

Se tiver filhos gêmeos, não tem problema. O aplicativo permite registrar mais de um bebê.

foto 5

Uma semana antes de o Benjamin nascer, fiz a minha primeira compra exorbitante-tecnológica, comprei um iPhone. Foi sem dúvida minha melhor aquisição na vida mulher-mãe. Além de ter toda aquela facilidade de acesso a internet, e-mail, etc, foi nele que comecei anotar todas os meus compromissos, inclusive, dúvidas para esclarecer com a pediatra.

Se esse aplicativo já existisse quando meu Ben nasceu, eu teria feito muito uso dele. Mas num futuro não tão distante, tenho certeza que usarei bastante.

#ficadica

Dicas de leitura:

Saiba mais sobre o aplicativo, na matéria Pais & Filhos, edição de fevereiro. Clique no link a seguir e confira o PDF da matéria: App_Amamentação

No site da Unifesp, na página do Centro de Incentivo e apoio ao aleitamento materno, tem algumas perguntas respondidas por especialistas, sobre desmame, leite anterior e posterior, posição e pega, intervalo das mamadas e muito mais. Vale a pena dar uma espiada. É só clicar AQUI.

O Guia do Bebê dá algumas dicas valiosas para facilitar a amamentação, embora o texto seja pequeno. Está aqui ó.

O site do Bebê.com fala um pouco mais sobre o leite anterior e posterior. Está aqui ó.

*

Nota sobre o Carnaval: amoooo! Ano passado não aproveitamos muito porque Benzoca ficou doente. No ano anterior eu estava grávida com uma barriga imensa e optei por ficar em Sampa. Quer dizer, faz bastante tempo que não vivo a essência dos blocos de rua. Estamos indo pro RJ – onde passamos todos os anos. Oficialmente será o primeiro ano de folia do Ben. Estou ansiosa e torcendo muito pra correr tudo bem. Na volta conto como foi. Bom carnaval pra todo mundo!

 

Anúncios
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Amei a dica. Vou testar!
    O Joaquim ainda mama no peito. Hoje eu anoto as informações numa agendinha, mas no começo eu costumava usar uma moeda com D e E escrito e virava a cada mamada, o duro era quando eu esquecia de virar a tal moeda. Tentei alguns aplicativos de celular, mas esquecia de leva-lo para o quarto na hora de amamentar.
    Um ótimo carnaval. Como boa curitibana que sou vou ficar por aqui mesmo curtindo a cidade vazia!

    Responder
  2. Que legal Gabis, fiquei notálgica com o meu momento super curto de amamentar meus pequenos. Eu consegui anotar, ainda tenho o caderno, era um já usado, quando cheguei da maternidade com o João, não lembrava nem os remédios e horários de tomá-los, também serviu pra marcar as vezes que fazia cocô, xixi, e que peito e quanto tempo tinha mamado, além de quando introduzi a fórmula (que no meu caso foi super cedo, porque não tinha leite), também anotava quantos mls ele (João e depois na vez do Marcos) tinha tomado. Me pareceu que o aplicativo é bem legal e útil e a revista que o criou marcou mais um ponto conosco, mães da vida real…rs

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: