Cheia de Bossa

Eu contei aqui que participei do brunch da campanha “Culpa, não”, promovida pela revista Pais & Filhos. O que não contei é que fui escolhida pela revista para dar uma entrevista para a seção “Família é tudo”. Exerci aí uma das coisas que aprendi durante a gestão: paciência – neste caso, paciência para esperar chegar a revista e compartilhar com os amigos e familiares. Por isso não contei nada antes.

Meu exemplar chegou sexta-feira (07/12) e foi uma grande surpresa! A gente sempre acha que vão publicar justamente a foto que não gostamos, um comentário que fizemos e depois achamos que não devíamos ter feito, ou seja, criamos uma expectativa enorme e depois ficamos um pouco frustrados.

Mas a expectativa superou. Amei a foto que ocupa metade da página. Amei todas as fotos que registram alguns detalhes da nossa casa. Amei demais o título: Cheia de Bossa. Nós amamos! Benjamin já entendeu que tem uma foto dele na revista, não sabe como, mas sabe que tem e aí quando vê a capa do mês quer a todo custo pegar a revista e fica olhando como se tivesse lendo. Maridão comprou alguns exemplares e já combinamos: vai ser mais uma lembrança… Avós, tias e tias-avós também já compraram. Quer dizer, o negócio já se estendeu para a família toda. 

Marcada a entrevista, eu fiquei um pouco ansiosa, preocupada com a bagunça de casa (a sorte é que na semana anterior, eu tinha organizado o quarto da bagunça. E juro, nem sonhava com essa possibilidade) e se eu teria bagagem para compor uma matéria. Acompanho a seção “Família é tudo” e sempre percebi que são famílias com histórias bacanas para contar. Eu não me achava com uma história interessante. O que eu ia contar? Que passei mal os 4 primeiros meses? Que fiquei com muito medo de perder o bebê? Que eu senti culpa ao deixá-lo no berçário, mas que essa culpa foi embora? E o que na minha casa tinha de interessante sobre nossa história…??? Eu só estava segura  e tinha certeza de uma coisa: a família inteira tinha que estar presente, afinal o nome da seção dizia (e pedia) isso.

Logo essas preocupações bobas passaram. A visita da editora Larissa e equipe Pais & Filhos foi muito agradável. Eu, que não gosto de vídeo, esqueci que estavam filmando. Conversamos durante três horas que nem vimos o tempo passar. Benjamin ficou lá de boa, exceto alguns momentos quando queria a atenção para ele – bem lembrado na matéria. Conforme a entrevista foi rolando, passeamos por cada cômodo, dei conta de quanta história nossa família tinha e, principalmente, o quanto dessa narrativa tinha em cada cantinho da nossa casa.

Fiquei muito feliz com o resultado da publicação. Fiquei emocionada ao ver a revista. Só uma jornalista, mãe e com a sensibilidade que possui a Larissa conseguiria fazer o que ela fez. Embora, a matéria seja pequena, Larissa conseguiu solidificar códigos de nossa família, captados naquelas três horas que passamos juntos. Emoção pela dimensão do significado de família – que pra mim sempre é TUDO. Quando vi a revista tive certeza: estamos indo bem na construção da nossa.

Depois de descobrir que a minha casa é cheia de história, minha família é cheia de Bossa, é claro que essa será mais uma lembrança que vai compor as paredes lá de casa. Aguardem.

Um grande abraço à equipe Pais & Filhos. 🙂

Familia é tudo 1

Família pe tudo 2

Anúncios
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Retrospectiva 2012 Bossa Mãe « bossamae
  2. Mudanças | bossamae

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: