Rotina

Uma amiga teve bebê recentemente e fiquei imensamente feliz ao receber um e-mail destinado para Dani minha amiga mãe-já-de-dois e cópia pra mim. Ela dizia que estava pensando em começar a rotina com o bebê e nos perguntava como tinha sido a nossa. Eu prontamente respondi e me surpreendi ao lembrar da época da licença maternidade.

Lá em casa funcionava mais ou menos assim:

06:00 Benjamin acordava, eu o trocava, o amamentava e colocava-o para dormir novamente (afinal, eu necessitava voltar a dormir mais um pouco para funcionar o resto do dia).
09:00 Benjamin acordava, eu o trocava, o amamentava, (tomava vergonha na minha cara e acordava também), o levava para tomar o sol da manhã na praça em frente de casa.
10:00 Tentava distraí-lo mantendo-o acordado até às 11:00 quando ele dormia mais um pouco e acordava às 12:00
12:00 Trocava, mamava, mantinha-o acordado.
14:00 ele dormia (Nessa época ele dormia muitas vezes por pouco tempo durante o dia, mas esse era o horário que ele dormia mais).
17:00 Quando geralmente ele acordava, eu dava de mamar e ia novamente curtir a praça.
19:00 Benjamin mamava de novo.
20:45 Eu dava banho nele (na tentativa que ele fosse dormir em seguida)

Nota sobre a troca: não me lembro quem disse, mas me ensinaram trocar o Benjamin antes da mamada. Com o tempo achei essa ordem meio sem sentido. O relógio biológico do Benzoca sempre funcionou muito bem, o menino mamava e fazia o nº 2 estrondosamente. Então eu acabava fazendo duas trocas em menos de uma hora (e desperdiçava uma fralda). Inverti: passei a trocá-lo após as mamadas.

Nota sobre o sono noturno: esses dias mesmo estava pensando que errei com relação à hora de dormir do Ben. Eu tentei por diversas vezes colocá-lo para dormir às 20:00. Dava banho por volta das 19:30 e fazia ele dormir. Porém, todas as minhas tentativas foram frustradas, Benjamin acordava 30, 40 minutos depois e só voltava a dormir por volta das 23:00. O lado bom é que depois que ele dormia, só acordava no dia seguinte. Atualmente, ele toma banho às 22:00 e vai pra cama às 22:30. No fim essa é rotina se encaixa perfeitamente com a nossa vida, pois chegamos em casa às 20:00 e nesse meio tempo curtimos um ao outro. Ele continua dormindo a noite toda e acorda às 06:30 durante a semana (porque nós o acordamos). Aos finais de semana ele acorda entre 08:00 e 09:00 (sozinho).

A rotina serve para orientar o bebê a distinguir os horários. Ele ainda não tem noção do tempo: quando é dia e noite. Nas sonecas da tarde, por exemplo, nunca deixei o quarto na penumbra e também evitava colocar o Ben para dormir em seu quarto, deixava-o no berço móvel localizado na sala. Atualmente, já o coloco no berço do quarto durante as sonecas, pois ele não gosta mais de ficar no móvel, no entanto, deixo a claridade do dia entrar. Acho importante estipular horários, seguir as mesmas atividades, para que o bebê se habitue à vida fora do útero. Exemplo: sempre dei o banho no mesmo horário, antes de dormir. Benjamin já sabe que depois do banho vem a hora de tomar um leitinho e de dormir quentinho a noite toda.

Todo mundo dizia que a gente ia ter que se acostumar, que nossos hábitos mudariam, que o ritmo seria diferente, etc. Na prática aprendi outra coisa: quem deve entrar no ritmo é o bebê. Ou seja, lá em casa, não fomos nós que entramos no ritmo do Benzoca e sim ele que entrou no nosso. Não mudamos nosso ritmo por causa dele, ele é que foi inserido. Por exemplo: nunca deixei a casa em absoluto silêncio; se chegava visita em casa não ficava o tempo todo “psssssiu, Ben está dormindo”; nunca deixei de ir em lugar algum com ele (exceto nos primeiros meses, claro!); continuamos viajando, frequentando a casa dos amigos, familiares e barzinhos; fui muitas vezes almoçar com a Dani com Benjamin a tira colo…. ele nunca foi desculpa para eu deixar de fazer algum programa (com moderação), foi acostumado com diversos ambientes. Ele se adaptou tão bem que fica numa boa em qualquer lugar. Para dormir na bagunça sente um pouco de dificuldade, pois não quer perder nada e participar de tudo, mas cai no sono se não aguentar.

Outra coisa que considero importante é sempre conversar com o bebê sobre as tarefas a seguir, tudo o que você for fazer com ele. Exemplo: “vem cá meu amor, agora vamos trocar essa fralda cheia e ficar sequinho!”, “Vamos mamar pra crescer e ficar forte”, “Vêm cá coisa rica da mamãe, vamos tomar um banho pra ficar cheiroso, dormir gostoso…”.

Não é porque determinado método deu certo comigo, vai dar certo com a minha amiga, com a vizinha ou até com o meu próximo filho (rs). Eu acredito que a rotina deve ser estabelecida pelos pais, estudando o método que se encaixa melhor para sua família. Li vários livros a respeito, inclusive Nana, Nenê e Os segredos de uma Encantadora de bebês. Mas acho que não existe um manual de instruções, tirei de cada leitura (e algumas conversas) conhecimentos que não tinha, alguns muito básicos, por sinal.

O fato é que desde o momento que nos descobrimos grávidas, passamos a receber várias recomendações! No entanto, cada família deve avaliar e buscar o melhor método e processo que se adapte melhor à sua vida. Tem família que não funciona com rotina. Tem família que segue uma rotina rigorosa. Tem família, como a minha, que tenta seguir pelo menos uma rotina básica. E com todas essas famílias está tudo muito bem obrigada (!).

E você lembra como foi sua rotina nos primeiros meses? E agora, quais são os hábitos na sua casa, tem rotina?

Anúncios
Deixe um comentário

1 comentário

  1. Caos « bossamae

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: