Receitinha fácil – Rocambole de Doce de leite (bem gordelícia!)

Semana passada  assisti ao Cozinha Prática, no GNT. Não conhecia o programa e adorei. A impressão que tive é que sempre tem receitas bem fáceis de preparar. Bem nesse dia que assisti, a Rita Lobo apresentou essa receita de Rocambole de Doce de Leite (o bem gordelícia ficou por minha conta). Fiz no dia das crianças (olha que desculpa boa pra engordar, ops quer dizer, para se esbaldar). Dois motivos foram incentivadores: 1. achei fácil; 2. eu tinha doce de leite que trouxe de Buenos Aires (morram de inveja…!) – o que facilitou ainda mais. Mas a dona da receita ensina como fazer o doce na panela de pressão, com leite condensado (todo mundo já ouviu falar nisso, né?! Eu já mas nunca tinha feito).

Rendimento: serve 15 fatias
Tempo de preparo: 30 minutos para o bolo + 2 horas para o doce de leite esfriar

ESSE AQUI EU QUE FIZ

Ingredientes:
5 ovos
5 colheres (sopa) de açúcar
5 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 lata de leite condensado
¼ de xícara (chá) de leite morno
Manteiga e farinha de trigo para untar
Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Modo de preparo:
Leve uma lata de leite condensado fechada e coberta com água ao fogo médio na panela de pressão. Assim que começar a apitar, deixe cozinhar por 20 minutos. Desligue o fogo e deixe o vapor sair naturalmente. Quando a pressão terminar, abra a tampa e retire a lata com uma pinça para não se queimar. Deixe esfriar por, no mínimo, 2 horas, antes de abrir a lata. De preferência, faça no dia anterior.

Preaqueça o forno a 180ºC (temperatura média). Unte uma assadeira retangular de cerca de 30cm x 40cm com manteiga e polvilhe com farinha de trigo. Retire bem o excesso de manteiga, batendo sobre a pia. Peneire separadamente o açúcar e a farinha de trigo. Separe as gemas das claras. Na batedeira, bata as claras em neve. Comece batendo em velocidade baixa e, quando começarem a espumar, aumente a velocidade. Assim que elas triplicarem de volume, adicione o açúcar de colher em colher, sem parar de bater.

Em seguida, junte as gemas, uma a uma, batendo bem após cada adição. Por último, reduza a velocidade e junte a farinha aos poucos, batendo apenas o suficiente para a massa ficar homogênea. Transfira a massa para a assadeira untada. Leve ao forno para assar por cerca de 15 minutos ou até que a massa comece a dourar. Enquanto isso, abra a lata de leite condensado cozido. Umedeça um pano de prato limpo, estique sobre uma superfície de trabalho e polvilhe com açúcar. Retire o bolo do forno e vire sobre o pano. Regue o bolo ainda quente com o leite morno. Espalhe o doce de leite em uma camada uniforme. Vá erguendo o pano e enrolando o bolo. Transfira para um prato de rocambole, polvilhe o açúcar de confeiteiro e sirva a seguir.

EU QUE FIZ

Copiei a receita do site Cozinha Prática.

Eu não tenho a mão boa para fazer bolos. Faço tortas, pavês, mousse, brigadeiro, mas bolo quase nunca dá certo. Em toda a minha vida apenas duas receitas deram certo: um bolo de chocolate que fiz para a festinha de aniversário do meu Ben na escolinha (taí, depois compartilho a receita com vocês aqui). E esse bolo pão-de-ló do rocambole. Se você não gosta de doce de leite, acho que o recheio pode ser alterado por brigadeiro, beijinho, geleia de goiaba, morango…minha irmã deu uma sugestão muito boa para incrementar o recheio de doce de leite que é colcoar raspas de chocolate. Como o processo é feito quando o bolo acabou de sair do forno, o chocolate vai derreter e se misturar com o doce. Hummm…fica a gosto de cada um.

Estava tão inspirada  no dia das crianças que antes do rocamole fiz um almoço gordura-delícia: lagarto assado com batatas. Nunca tinha feito e a primeira tentativa ficou óóóóóóóóó…bem gordurosa! Ficou gostoso vai, mas as batatas estavam um pouco gordurosas mesmo, não recomendado para crianças.

Todo mundo deve saber fazer, acho que só eu não sabia. Mas vai, vou contar resumidamente como fiz (é mais para eu não esquecer mesmo). Temperei (a gosto) a carne (o ideal é temperar na noite anterior), coloquei para cozinhar na pressão, depois de uns 30, 40 minutos passei para uma assadeira untada de manteiga (isso explica a gordura), cortei as batatas e espalhei na assadeira, regando-as junto com a carne, com o caldo da panela de pressão. Envolvi com papel alumínio (mentira, só lembrei desse detalhe quando a carne estava pronta) e levei ao forno por + ou – uma hora (sempre regando com a água o caldo que ficou na penela).

Estava inspirada nesse dia, fala aí. Eu fico tão orgulhosa de mim. Sério, só quem me conhece entende esse sentimento. E pensar que anos atrás eu não sabia cortar pimentão, questionava: tem que tirar a casca?!

Anúncios
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. hahahhahahaha
    AMEIIIIIIIIIII
    nossa, esse rocambole deve ter ficado diviníssimo né? amo doce de leite!!!
    e essa carne de forno tenho que agradecer! rsrsrs eu não sei/sabia fazer nada de forno, e adoro essas batatinhas que só como no Natal quando uma única tia minha assa com o peru!

    beijoooooooos e valeu adorei as receitas

    Responder
    • ahahahaha Tamires, ficou bom sim devo confessar. E olha que sou chata pra comer as coisas que faço.
      Eu não gosto muito de doce de leite, não…mas desde que engravidei como uma vez ou outra, só que não são todos.
      Segredinho: nunca assei peru. Uma vez tentei, foi um fiasco…..nem conto. rs
      Super beijo

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: