Receitinha delícia de torta salgada

Nessa vida de “faça você mesma” o que mais me surpreende é me ver cozinhando com prazer. Outro dia cheguei ao ponto de falar suspirando “meu sonho é ter uma batedeira planetária”. Alôooooo, Gabriela, acorda!!! Seu sonho sempre foi fazer viagens, comprar bolsas, sapatos e agora é uma batedeira?! É surpreendente como a maternidade transforma.

Mas eu descobri o motivo. Porque toda mãe tem dentro de si uma cabeleireira, uma enfermeira, médica, curandeira, uma contadora de histórias, motorista, uma rainha (e também uma bruxa), uma cantora (mesmo que cante mal como a mãe do Ben), professora, uma fera, uma cozinheira e vários et cetera…

E aí que outro dia me vi dentro de um curso (você que me conhece muito bem leu isso mesmo: num CURSO) de culinária, lá na Chocolândia. Foi um curso só de tortas salgadas e doces. Eu que achava mega difícil fazer esse tipo de comida, assim como achava difícil trocar fraldas (sem nunca ter trocado antes), tirei de letra. A receita é super prática.

E para mostrar como fiquei impressionada com essa minha nova habilidade, divido com vocês a receita que já preparei umas 4 ou 5 vezes.

Ingredientes da massa:
2 xícaras de trigo
1 ovo
100g de margarina
1 colher de chá de fermento em pó
½ colher de sal
2 colheres de chá de iogurte (opcional)

Recheio
250g de peito de frango cozido e desfiado
1 cebola pequena picadinha
½ xícara de molho de tomate
½ xícara de cheiro verde
Sal a gosto
Queijo para cobertura

Modo de preparo
Coloque os ingredientes da massa em um recipiente e vá trabalhando com as mãos até obter uma massa homogênea. Unte a forma e forre com a massa.

Faça um refogado com a cebola, o molho de tomates, cheiro verde e acrescente o frango desfiado.

Coloque o recheio em cima da massa crua, logo após o queijo cortado e cubinhos.

Leve ao fogo médio para assar por cerca de 40 minutos.

Olha a fotenha da última que fiz.

Observações importantes: 1. trabalhar a massa com a mão é tranquilo, essa massa aí por incrível que pareça não fica aquela meleca grudenta, sabe?! Pega liga rapidinho. 2. Já fiz segudas vezes a mesma receita (leia-se: finais de semanas seguidos) e nas vezes que fiz incluí requeijão no recheio. Lá em casa eu e o marido achamos que tudo fica melhor com queijo, requeijão, catupiry e afins. 3. o recheio fica por conta da sua criatividade e gosto. 4. se quiser aumentar a massa, basta acrescentar uma xícara a mais de farinha, mais um ovo e assim por diante. 4. a receita é a original que ganhei no curso. Agora arregace as mangas, prenda o cabelo e mãos na massa.

Sobre o curso da Chocolândia. Em todas as lojas eles contam com um centro culinário, nos quais são oferecidos aulas na prática, por professores especialistas gastronômicos. Os caras oferecem cursos para tudo: trufas, bolos, massas, pães, tortas, cremes, mousses, decoração, e até de como gerenciar o negócio. Os cursos são até mais voltados para quem quer entrar nesse ramo da culinária para vender, pois eles dão várias dicas e orientações profissionalizantes. Mas nada impede que pessoas como eu – sem aptidão nenhuma para fazer comida pra vender, faça o curso por prazer de fazer em casa para a família e receber amigos. Tem um precinho óoooo lindo para o bolso. Acesse o site e veja toda a programação.

Esse post  não é uma propaganda paga! É espontâneo, é indicação pessoal mesmo.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: