Muito amor e estímulo

Depois de tanta gente falar, passei a achar que muito do jeito do filho é crédito dos pais. O que mais ouço é “Ah, mas com os pais que tem, Benjamin só podia ser assim”. Não sei se isso é bom ou ruim, mas acredito que seja bom. Então, aí vão algumas dicas do que fazemos com meu Ben que o torna naturalmente feliz, além de ajudar em seu desenvolvimento:

1. Desde sempre conversamos muito com Benjamin. Conversamos normalmente sem fazer voz(inha) de criança, falar “elado” essas coisas. Conversamos como se ele entendesse tudo o que a gente fala desde quando ele nasceu (e até enquanto estava na barriga). Eu sempre iniciei as atividades com ele falando o que eu faria, ex: “agora vamos tomar banho, pra isso vamos tirar a roupinha…”;

2. Escutamos música com Benjamin desde cedo e agora ele adora tanto que já liga (é verdade!) o som que fica num lugar baixo na sala. Ele liga, aumenta o volume e se movimenta como se estivesse dançando. Nesse domingo estávamos os quatro (incluo a Capitulina como integrante da família) na sala e eu disse pro Ben “liga o som, coloca uma música”, ele simplesmente foi até o aparelho e ligou;

3. Mesmo com minha voz de taquara rachada, eu canto pro meu Ben. Desconfio até que ele gosta viu…;

4. Também danço muito com ele. Agora quando ele está no meu colo eu digo “vamos dançar” esticando o meu braço convidando ele pra juntar sua mão na minha e não é que ela dá a mão?!;

5. Contamos histórias. O marido inventa muita história. E eu leio porque não conto com a criatividade master do marido;

6. Brincamos de estátua. Gritamos “estátua” e todo mundo fica quieto, inclusive o Benjamin. Isso é engraçado demais…..;

7. Brincamos de “cadê? Achou”, e de tanto fazer, Benjamin começou a repetir também. Falamos “esconde o bebê”, ele tampa os olhinhos com as mãos, dizemos “cadê o bebê”, ele tira rapidamente as mãos dos olhos;

8. Fazemos caretas, piscadelas – e isso Benjamin começou a repetir;

9. Incentivamos ele acender as luzes. Bebês adoram apertar botões e descobrir o que acontece;

10. Sempre batemos palminhas, damos tchau, mandamos beijo – coisas que Benjamin já faz naturalmente quando está empolgado (palminhas) e indo embora (tchau e beijo);

11. Brincamos junto com ele, ensinamos como funciona cada brinquedo;

Enfim, são coisas simples que ajudam no desenvolvimento do bebê. Eles precisam explorar o mundo e para isso precisam da nossa ajuda. O estímulo contribui para o desenvolvimento motor e psíquico (inteligência). Como o cérebro do bebê está em formação, qualquer informação, ele absorve mais rápido. É claro que existem estímulos adequados para cada fase. Mas as palavras chaves são: AMOR, BOM HUMOR e ESTÍMULO!

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: