Organização festa de aniversário – Parte 4 (convites)

Eu queria mesmo fazer uma festona e convidar todo mundo, mas….não é bem essa a minha realidade. Quem me vê hoje falando da festa de aniversário do Benjamin nem acredita que sou a mesma pessoa de um ano atrás. Eu sempre disse que não faria festa de um ano, que era besteira, dinheiro jogado fora, que era festa para adultos, etc, etc, etc. Ok, admito, era dessa opinião. Uma coisa ainda afirmo: festa infantil em buffet demoro pra fazer!

Descobri que aniversário de um ano do filho é para os pais. A gente sente uma necessidade incontrolável de comemorar um ano de vida – que não é só um ano de vida do filho, mas da mãe e do pai também. Há um ano nasceu filho, nasceu uma mãe e um pai. Nasceu uma nova família.

Eu ando em estado emocional por demais sensível, pensando que há um ano eu coloquei no mundo o pequeno Ben. A grandiosidade de colocar um filho no mundo é inexplicável. E não vejo razão para não comemorar. Sinto uma dorzinha no peito em não poder convidar todos que eu gostaria (e espero ser perdoada).

Estamos a um mês e meio do evento que pra mim é o evento do ano. E é com muita alegria (e a danada da emoção que não me larga) que divulgo aqui o convite que preparei, um a um, com muito carinho. Siiiiiimmmm, acreditem, fui eu que fiz! Deu trabalho? Siiiiimmmm. Mas fiz com o maior prazer do mundo.

Primeiro que fiz curso de scrapbook – arte que já me fascinava e que agora me fisgou. (E depois vou postar toda decoração que estou produzindo para a festa do meu Ben). Comprei todo o material necessário, comecei a produzir, o convite original sofreu algumas mudanças, o papel acabou, comprei mais, acabou outro tipo de papel, fui atrás e não encontrava, depois achei do mesmo código mas o tom da cor não batia, pensei em desistir, os escritos seriam impressos, mas no final achei que tiraria a graça da produção manual (então entrou em cena minhas queridas letras, das quais nem gosto tanto assim), na indecisão “coloco ou não no envelope” decidi não colocar e…..o resultado foi esse das imagens abaixo. O local da festa coloquei atrás (espero que os convidados tenham a ideia de virar o convite, rs).

Sugiro a produção dos convites. É claro que demanda tempo, paciência, tem toda uma logística, mas quem não tem tempo (ou saco) para produzir, pode encomendar. O convite é a primeira impressão que os convidados terão da festa, é algo que chama atenção e causa curiosidade e desejo em não faltar no evento. Sem contar que originalidade sempre está na moda.

Agora é só começar a entrega.

20120504-123731.jpg

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

4 Comentários

  1. Perfeitooos amei ♥ ficaram lindos!

    Responder
  2. Isis

     /  7 de maio de 2012

    Gabis! Que coisa mais linda!!!!

    Vc é muito caprichosa, parabéns!.
    Já vi que o Ben vai ter uma festinha maravilhosa!

    Beijo

    Responder
  3. Gabiii, ficou lindo!!!! Adorei!!!! Bem, eu acho que pensávamos igual antes dos meninos nascerem… Eu ainda meio que penso assim… rs Não quero gastar tanto nessa primeira festa… Mas ao mesmo tempo quero convidar tanta gente… Ainda não tomei minhas decisões, mas, enquanto isso, vou aprendendo com vc!!! rs Beijinhos

    Responder
  4. Hum, amei também…já sei pra quem vou encomendar os dos meus molequinhos…rs. Bom a Gabi sabe que eu estava disposta esse ano a ir para um buffet, mas vendo a dedicação e o carinho da Gabi na preparação do Ben (e o rpeço dos buffets), tô voltando a pensar em produção própria também…rs

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: