Diário de uma mãe

Antes de o marido viajar eu tinha várias preocupações na cabeça: e se acabar a luz?, como faço comida?, qual será minha programação ao chegar em casa com Benjamin?, e se o carro falhar?, como não esquecer de alimentar a Capitu?, como não atrasar para sair de casa?, e se cair a força quando estiver tomando banho (aqui em casa cai às vezes, mas nunca aconteceu comigo sozinha em casa), e se o Benjamin acordar de madrugada?, será que vou dar conta?????

Mentalmente (e na prática), programei tudo antes de ficar sozinha com Benjamin: tentei arrumar as velas, mas depois esqueci esse item e ainda bem que a luz não acabou!, o carro não falhou, cozinhei comida sem sal suficiente até terça-feira (o marido voltava na quarta a noite e jantaríamos fora para comemorar o meu niver), comida da Capitu deixei bem amostra em cima da pia da cozinha, segui, resumidamente, essa ordem: chegava em casa com Benjamin, dava o leite, arrumava a bolsa dele, aprontaria o banho dele, fazia inalação, jantava, tomava banho, dava banho nele, amamentava e berço.

Logo em seguida eu ia pra cama. E por incrível que pareça eu deitava às 23:00. O marido disse que a explicação era simples “sozinha, não tem o que fazer, com quem falar é só deitar”. Minha explicação é outra: eu só tinha um menino pra cuidar…rs E desde quando uma mãe não tem o que fazer, né?! Eu simplesmente deixava tudo organizado (a mesa da sala que o diga). No domingo até li um pouco antes de dormir.

Na primeira noite, meu medo do Benjamin acordar de madrugada era tanto, que levei uma bandeja com um kit básico que dispensaria uma possível descida até a cozinha, continha: garrafa térmica com água quente, garrafa com água fria, medidas de leite e mamadeira. Meu Ben dorme a noite inteira, mas acho que minha preocupação desnecessária era tanta que o pequeno acordou às 03h00 da matina!!!! Amamentei, troquei fralda e nenhum sinal dele querer dormir. Levei-o pra minha cama, ele levantava, eu puxava suas pernas, ele levantava, eu puxava suas pernas, ele chamava atenção da Capitu, mexia no interruptor próximo a cama, eu fingia que dormia e ele enfiava o dedo no meu nariz, na minha boca e gargalhava….e como não cair no riso também?!

Ficamos nessa até às 05h e pouco da manhã. Coloquei-o no berço e voltei pra cama correndo o risco de perder a hora. Às 06:40 estava em pé correndo pra me arrumar. Eu tinha uma reunião na região da Paulista às 09:00, mas antes precisava levar o Ben para o berçário, em Osasco….

Bom, deu tudo certo! Inclusive, guardei muito bem (obrigada!) o carro na garagem. Minha mãe sabendo da saga da noite anterior, se ofereceu pra ir lá pra casa. Ajuda é sempre bem-vinda! E vamos combinar né?! É muito bom ter a mãe da mãe por perto. Deu uma força pra gente segunda e terça. E correu tudo tranquilo. Hoje desligo o despertador do celular e na próxima semana volto a ser acordada pelo meu despertador preferido: o marido!

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

1 comentário

  1. Dicas simples para mamães de primeira viagem | bossamae

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: