A maternidade me faz melhor

Afirmo com toda certeza do mundo: eu me tornei uma pessoa melhor! Não que eu não fosse, mas a chegada do Benjamin me transformou (e me transforma) numa pessoa melhor todos os dias. Um exemplo beeeeem bobo: antes ninguém do trabalho me via dar “BOM DIA” com tanto entusiasmo. Uma porque eu não gosto(va) de conversas logo cedo; outra porque eu não sou dessas pessoas que acordam logo cedo de bom humor. Agora eu chego distribuindo bom dia desde a portaria até a minha mesa. E é um BOM DIA entusiasmado pra TODO mundo, sem distinção.

“Bom dia”, “boa noite”, “boa tarde”, “por favor”, “obrigada” viraram palavrinhas naturalmente inevitáveis no meu vocabulário. Vejam bem, elas já faziam parte, mas agora soam natural. Lembro que quando voltei ao trabalho da licença maternidade, escrevi um recadinho e colei no meu computador: “praticar mais gentileza”. Por que no decorrer e correria do dia a dia acontecem tantas coisas que às vezes, sem perceber, faltamos com a gentileza que tem um poder revitalizador em nossas vidas e na do outro. É bem como o profeta Gentileza pregou: GENTILEZA GERA GENTILEZA!

Abre um parênteses. Essa prática de gentilezas, tem me feito lembrar de uma amiga querida, a Thaís Naldoni. Essa menina mulher é a gentileza em pessoa, é algo natural nela. Entre tantas gentilezas que ela pratica, eu tenho praticado uma que sempre admirei nela: perguntar o nome de todo mundo, TODO MUNDO mesmo, para chamá-las pelo nome ao invés de “ei”, “ô grande”, “psiu”, etc. É uma das características marcantes da Thá! Fecha parênteses.

E aí a gente se dá conta que a gentileza está em pequenas coisas, pequenos gestos. Vai além de ser educado, é algo intrínseco. É o desejo individual de cada um por um mundo melhor. E acho que é isso que aconteceu comigo após a maternidade, eu não só desejo, mas sinto necessidade em contribuir para que esse mundo seja melhor. Antes acho que só desejava e contribuía pouco. A maneira de enxergar o mundo mudou. A vida que já era boa, se tornou melhor ainda. E tem a questão dos valores e exemplo que quero passar para o meu Ben. Quero que ele continue esbanjando aquele sorriso lindo pra todo mundo. Quero proporcionar a ele um ambiente saudável e feliz. Que ele seja um rapaz gentil por natureza.

Eu já amava a vida, mas agora amo ao quadrado, amo de verdade. E esse amor todo, essa alegria de viver tem nome: BENJAMIN – que faz jus ao seu significado: filho da felicidade!

Amo muito. Com todas as minhas forças.

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: