E por falar em música…

Esse é tema da semana lá no Mamatraca. Fiquei super surpresa ao entrar lá hoje e ver o assunto. Música muito me agrada! E o vídeo da Carol Passuello?! Gente, está demais! Adorei a interpretação!

Durante minha gestação a música “Pra você guardei o amor” me tocou de forma especial e acho que é a que mais traduz o sentimento que nasceu em mim enquanto gerava meu Ben. E toda vez que eu cantava, Benjamin se movimentava muito (resta saber se era um pedido “pelo amordedeus manda essa mulher calar a boca” ou se ele gostava).

Pra você Guardei o amor
(Nando Reis e Ana Cañas)

Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Senti, sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir.

Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim, vem visitar
Sorrir, vem colorir, solar
Vem esquentar
E permitir.

Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto
O jeito pronto do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar.

Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer.
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar.
Achei, vendo em você
E explicação, nenhuma isso requer.
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar.

Pra você guardei o amor
Que aprendi vendo os meus pais
O amor que tive e recebi
E hoje posso dar livre e feliz
Céu cheiro e ar na cor
Que o arco-íris risca ao levitar.

Vou nascer de novo
Lápis, edifício, tevere, ponte
Desenhar no seu quadril
Meus lábios beijam signos
Feito sinos trilho a infância
Teço o berço do seu lar.

Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer.
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar.
Achei, vendo em você
E explicação, nenhuma isso requer.
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar.
Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Senti, sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir.

Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto
O jeito pronto do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar.

*

Agora tem uma música que eu sempre gostei muito e que nunca vou esquecer: I’m yours (Jason Mraz). Essa música tocou inesperadamente durante o parto do meu Ben. Esse é um detalhe inesquecível do momento mais importante da minha vida.

Anúncios
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Gabi, eu amo essa música do Nando Reis! Também marcou minha gravidez, mas ficou ainda mais importante depois que o Lucas nasceu! É o amor mais puro, que realmente a gente guarda aqui dentro e nem sabe. =) Outra música que fez todo sentido depois que ele nasceu foi I don’t wanna miss a thing, do Aerosmith! 😉 Beijos para vcs!

    Responder
    • Oi, Ju!
      É linda não é?! Marcou demais pra mim.
      E a I don’t miss a thing é maravilhosa. Faz todo sentido porque quando eles nascem não queremos perder nada, nenhum momento não é mesmo?!
      Super beijo

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: