Sou mãe, logo esqueço

Hoje fui levar o Ben à pediatra. Na parte da manhã. E sozinha. Toda mãe sabe o que é isso: sair sozinha com um filho bebê. Você tem que acordar, arrumá-lo, dar de mamar e detalhe: se arrumar também né?! Tem que usar de muita criatividade e destreza para tomar banho e fazer seu bebê ter paciência em esperar. Comofaz?!?!

Eu coloco meu Ben no seu batcarrinho e o levo para o banheiro comigo. Só que não tenho um banheiro master de novela igual da Teresa Cretina Cristina, então estaciono o carrinho na porta do banheiro de forma que meu Ben fique de frente para mim. Do chuveiro fico fazendo palhaçadas para que ele não se canse de esperar.

Acho até que tenho muita habilidade para ajeitar as coisas quando estou só com o pequeno Ben. Separei tudo dele, basicamente 4 bolsas, parece exagero mas não é:
– a bolsa do berçário;
– a bolsa com o inalador (que também mando para o berçário e não cabe na bolsa oficial);
– a bolsa térmica, com itens para possível mamada caso a espera no consultório fosse longa;
– a bolsa que sempre deixamos no carro com fraldas, pomada, lenço, uma muda de roupa, tudo para precaver um possível acidente de percurso (leia-se: um cagão inesperado).

Tudo arrumado e separado na poltrona próxima a porta de saída. Antes de sair, última revisão na sala, aquela girada 360 graus. Celular? No bolso! Resultados dos exames? Em cima das bolsas. Vamos lá!

Eu sempre fui cagona (literalmente) para dirigir e peguei no tranco de fato na direção, após o nascimento do Ben. Então toda vez que vou sair com o Ben sozinha de carro, preciso ir ao banheiro…mas isso é só pra sair de casa, quando viro a esquina passa!

Saímos. Estamos indo tranquilamente. Já quase na metade do caminho. Eu cantando, o Ben já dormindo. O celular apita uma mensagem. Eu lembro de pegar o fone de ouvido. Está na minha bolsa. Num farol fechado, levo a mão ao chão do carro atrás do banco. Ops… minha bolsa!!! Olho pra trás: todas as bolsas, menos… a minha!

Impressionante como em um segundo passa por nossa mente 29 coisas que podem acontecer caso você esteja com um bebê sem a bolsa, principalmente a carteira com documentos, habilitação e dinheiro/cartões.

Aí você descobre que não tem jeito: esquecimento não é um vírus que ataca apenas o pai. Mãe também esquece! E as vezes é melhor voltar atrás.

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

1 comentário

  1. Oi, Gabis, comigo já aconteceu algo MUITO parecido, esqueci a bolsa (com carteira e tudo mais) indo ao pediatra mas só me dei conta quando cheguei lá! Aí entrei na consulta já contando o ocorrido e acabei fazendo um depósito bancário depois. O maior mico! Mas atire a primeira pedra a mãe que nunca esqueceu nada, rsrsrs.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: