Dia de pediatra

Ontem fomos à pediatra – que dia mais feliz para a mãe aqui! Eu adoro ir à pediatra. Os motivos são simples:

Eu ouço ela falar muito bem de nós: que Ben é saudável, alegre, durinho, grande, que eu cuido muito bem dele, etc.. O que enche de orgulho qualquer mãe. Fico toda prosa. Em 7 meses só levei uma pequena bronca – por limpar o nariz dele com cotonete (eu não enfiava o cotonete, passava bem na pontinha, mas NÃO PODE nem assim!).

Ir ao pediatra é como se fosse dia de uma avaliação importante. Você vai ser avaliada como mãe. No final acho que todas sempre passam. Mas como na escola, queremos tirar as melhores notas.

Além do nosso lado orgulho-imenso-por-ser-mãe, é o dia em que tiramos todas as dúvidas que surgiram ao longo daquele mês sobre o desenvolvimento do filhote. Eu levo anotado no meu iPhone todas as dúvidas que preciso esclarecer.

Tenho que confessar, a pediatra do meu Ben me intimida um pouco. Eu queria colocá-lo na aula de natação agora desde bebê e ela foi categórica: “Só com 2 anos. A piscina desses lugares são um mijódromo”. Outra vez foi o marido que tentou (por insistência minha) numa consulta que ele foi sozinho: “não, não, essas piscinas são um mijódromo, brinquem com ele no chuveiro”. Comentei uma vez sobre o banho de balde e ela logo arrebatou: “eu não gosto disso”. Mesmo assim dei banho de balde várias vezes. Ela é um pouco chatinha para coisas que eu não vejo problema. Esse negócio da natação ainda não digeri.

Mas gosto muito dela por “n” motivos. Por exemplo, eu não gosto de tomar remédio nenhum (quem dirá dar remédio ao meu filho) e tive sorte danada dela ser homeopata – o que ainda é muito difícil encontrar. Benjamin teve uma gripe e foi tratado com homeopatia. No geral, acho os médicos um pouco distantes, ela é toda calorosa com meu Ben. Conversa, brinca, é carinhosa e cuidadosa. Ela entende de bebês. Eu tenho a nítida sensação que quando ela fala, ela sabe do que está falando (parece óbvio – afinal ela é médica). Ela transmite segurança. Enquanto vários pediatras por aí antecipam ou “quebram” as orientações da Organização Mundial da Saúde, ela segue à risca.

E meu Ben gosta da Dra.! Ele se abre tooooodo pra ela. Ontem na hora de irmos embora, Ben nos surpreendeu com seu novo gesto: tchau! Benjamin deu tchau – do jeito de um bebê de 7 meses – para sua Dra.!!! Ai ai…é de derreter um coração apaixonado como o meu. ♥

*

Minha definição explicativa do tchau de um bebê de 7 meses: eles esticam um dos braços para frente e balançam pra cima e pra baixo em direção da pessoa que está se despedindo.

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: