Os primeiros dentes

O nascimento dos primeiros dentes é algo que aterroriza os pais de primeira viagem. É um processo de interminável desconforto para o bebê (e angustiante para os pais). Eu sei que é irritante (para alguns) o que vou falar estou até parecendo mãe chata que adora glorificar tudo o que o filho faz mas meu Ben não fica chatinho por causa dos dentes. Ele baba e coça bastante, vive mordendo algum objeto e quando não tem morde os dedos. Mas não reclama.

O primeiro dente do meu Ben surgiu aos cinco meses e meio e foi motivo para muita festa. Para orgulho da mamãe aqui fui a primeira ver o dente despontado. Estava na cozinha fazendo uma experiência de cookies para o natal, o Ben estava comigo e me aproximei dele para colocar a chupeta na boca quando vi novamente o que até então parecia uma baba brilhante (quando fui trocá-lo de manhã, tinha visto algo que parecia uma baba, enxuguei a boca dele sem dar muita importância). Para minha surpresa e entusiasmo era um dente!

A baba brilhante era a ponta do dente

Eu fiquei em êxtase!!! Nascia o primeiro dentinho do meu bebê. Ficamos ali os dois um rindo para o outro (eu de emoção e ele de mim – aparentemente na minha cabeça entendendo tudo). Ligamos para o papai – que tinha dado uma rápida saída. O papai chegou e mais comemoração. Ligamos para a vovó Salete. Para a tia Luana. Para o vovô Álvaro. A mãe parecendo uma louca, completamente fora de si repetindo em voz alta 20 vezes como tudo aconteceu.

E o Benjamin ali todo lindo e feliz.

Dizem que quem vê o primeiro dente tem que presentear o bebê com algo de ouro. O papai logo encontrou o conforto em não ter sido o primeiro a ver o dente. Depois uma amiga me disse que era bom a criança quebrar um ovo (bom pra quê mesmo, Dani, diz aí?!). Contei isso ao marido que desde então não sossegou enquanto não fizemos o ritual. Após um mês fomos quebrar o ovo.

Benjamin não queria soltar o ovo...

O tempo anunciava uma chuva daquelas, então para poupar a mãe de reclamar do possível cheiro de ovo, fomos à praça. O marido ficou responsável por segurar o meu Ben enquanto eu fiquei com as fotos. Para nossa surpresa, Benjamin não largava o ovo de jeito nenhum. Caímos na gargalhada. Imagina, eu tentando tirar fotos e rindo ao mesmo tempo = fotos bem zuadas. O ovo só caiu porque enfim escorregou da mão do meu Ben.

...até que o ovo escorregou da sua mão.

Sim, comprei o presente de ouro. Sim, caiu um pé d’água que limpou toda a calçada da chuva, sem deixar vestígios de ovo.

Eis que ontem, para a surpresa da mãe coruja aqui, vi o segundo dente do Benzinho.

Benjamin faz charme para não mostrar o segundo dente

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: